Vamos Falar Sobre Gráficos e Agulhas?

segunda-feira, 11 de novembro de 2013 3 comentários
Olá pessoal...



Tenho notado com certa frequência um equívoco por parte de muitas artesãs e amantes das artes com fios em geral..
Que é o de pensarem que existam gráficos em vários "idiomas".
Isso não confere...
Os gráficos vem  escritos  baseados em símbolos, que são universais, (ou seja compreendidos não importando qual a língua materna de quem lê).
Com algumas poucas exceções que já ví em minhas andanças por publicações do mundo todo, e foram poucas vezes mesmo...
Em geral eles são sempre iguais.
Vamos ver alguns dos símbolos mais comuns, não postarei todos, devido a enorme quantidade...
Aqui utilizei uma legenda que está sim escrita em russo!
Mas, o que importa não  são "os nomes dos pontos" e sim os símbolos, o que eles significam.
Peguei este exemplo justamente para demonstrar como que, escrito em qualquer idioma os símbolos são compreensíveis.
(Detalhe: tenho o hábito de chamar o símbolo do p. alto de postinho pois quando comecei a aprender fiz essa associação e nunca mais me esqueci rsss)





Já aqui utilizei uma imagem com legenda em nosso idioma ,o português.


Quando ainda estamos na fase de aprendizagem, de conhecer os símbolos, aí sim, a legenda, a descrição dos símbolos no seu idioma se faz necessária.
Porém passada essa fase, você já reconhece os símbolos, já não precisa mais recorrer as legendas, você só precisará dos símbolos  .
É muito comum, as pessoas dizerem assim:
" Mas como irei tal peça se a receita, ou até mesmo o gráfico (!) está em russo? Está em inglês? Está em  italiano? etc etc etc...
Como falei acima, não existe gráfico em língua tal!
Existe gráfico e existe receita escrita, a segunda sim, se você não dominar o idioma em questão não entenderá e consequentemente não conseguirá ler.
Por isso que sempre dou preferência as receitas que contenham os gráficos, pois com eles, não é necessários lermos nada.
É claro que as informações, como, espessura de fio, numeração de agulha, medidas e detalhes em geral da peça mostrada estarão sim escritas na língua da publicação em questão.
Mas aí vai entrar um fator muito importante na vida artesã...
A "experiência" que não se adquire da noite para o dia..
No meu entendimento, está sempre se construindo...sempre se aprendendo...
Porém convenhamos, se você ainda está na fase de aprendizagem, começando com gráficos bem simples, por exemplo, barradinhos com 3 carreiras...
Eu comecei com eles!
Você certamente terá enormes dificuldades para compreender gráficos mais elaborados, de peças maiores, intrincadas, e contenham muitas...muitas carreiras.
Um passo de cada vez...
O processo de aprendizagem pode ser lento, pode ser rápido, tudo dependerá da sua dedicação, perseverança, força de vontade, e claro de ter consciência de que ninguém sabe tudo.
Todos temos algo novo a aprender sempre!
Esse processo é dinâmico, e muito prazeroso!
E depende única e exclusivamente de você querer crescer, buscar, pesquisar e estudar.

Vamos a mais exemplos de gráficos, tanto em crochê como em tricô de várias publicações em várias nacionalidades:

Os gráficos das publicações japonesas, chinesas e asiáticas em geral são notoriamente  maravilhosos!
Perfeitos!
Você consegue tecer apenas com o símbolos.
Dois exemplos, o primeiro se trata de tricô e o segundo trata-se de crochê.



Aqui um gráfico em uma revista americana, o inglês em geral é a mais fácil das línguas.....
No que diz respeito e compreensão e posteriormente ser for necessária a tradução de alguma informação contida na receita.


 Aqui um gráfico mostrado em uma publicação italiana.


Abaixo símbolos dos gráficos de tricô, em uma publicação Lituana.
(a definição não está 100% desculpem-me)



E assim vamos..há publicações, francesas, gregas até em árabe já pude ver!
Se houver gráfico você fará!
OK entendi!
E como aprender leitura de gráficos?
Deixo então as vídeo aulas da professora Ivy do site CrochêTricô
Nestes links abaixo há uma compilação de vídeo aulas ensinando em vídeo e aúdio (em nosso idioma!) como tecer os pontos básicos..

Vídeo Aulas Parte I

Vídeo aulas parte II


Agora vamos falar um pouco sobre agulhas de crochê....

Acontece muita confusão nesse assunto também..
Tenho o hábito adquirido desde o início quando comecei a aprender a crochetar, de sempre buscar, pedir em lojas e etc..
As agulhas pelos milímetros!
Nunca por numeração, "agulha nº 2", ou "nº3" etc..
Por que?
Pois cada marca, e até mesmo nacionalidade da agulha trará um tamanho do gancho, ou seja  os milímetros  que ele têm.
Isso é o que importa de fato!
Existem agulhas número "2" por exemplo, com 2,00 milímetros, mas também existem agulhas número 2, com 0.70 milímetros..
Eu já ví essa discrepância!
E quando não se têm ainda a experiência para notar que  a espessura do fio não está compatível com o tamanho do gancho, fica a dúvida:
"Mas então qual é o tamanho afinal?"
Por isso que quando formos comprar, indicar, escrever uma receita etc... devemos sempre dizer o milímetro do gancho, da agulha..
A informação irá servir para aquelas que têm agulhas todas da mesma marca, para as que têm agulhas estrangeiras ,para as que, como eu, têm agulhas de várias marcas!

Vejam abaixo um exemplo de onde (geralmente) os milímetros são indicados:


Esse exemplo acima foi da marca Coats Corrente, que as artesãs brasileiras conhecem bem...
E notaram uma curiosidade?
Neste agulha em específico nem o "número" ela têm!
Somente os milímetros..

E as famosas Agulhas Clover?
Se você quiser adquiri-las fica a indicação de uma loja online de confiança que vende tais agulhas e envia para todo Brasil> Armarinho São José



Aqui apenas alguns exemplos, visto que a numeração delas é bem extensa..
Um curiosidade em relação as Clover é de que ela contêm uma numeração diferenciada, como 2,75 ,2,25 milímetros...
Abaixo um exemplo de agulha com duas pontas!
tenho algumas, e acho prático inclusive quando  posso usar as 2 pontas dentro da mesma excecução, basta para isso girar a agulha nas mãos....


Aqui algumas das minhas amigas companheiras de trabalho...
Não tenho zilhões de agulhas..nem sinto necessidade..
Apenas vou incrementando com as numerações que me fazem falta.
A minha xodó, rsss, é aquela que está deitada separada das outras..
É da marca Susan Bates, que ganhei de uma pessoa muito bacana..
Apesar de raramente usá-la pois seus milímetros são um tanto generosos.....
Gosto em especial do formato do gancho..
Sim, isso também poderá variar...
É como se o gancho fosse um tanto mais aprofundado...
Nada que irá mudar a qualidade de seu trabalho, mas apenas um detalhe que a diferencia das outras sob o meu ponto de vista.



As agulhas americanas têm um outro detalhe interessante, elas às vezes vem além de numeração, tamanho dos milímetros ainda contêm a informação em letras.
E cada letra corresponde a um tamanho de milímetros...

Bem para finalizar este post, registro aqui, que certamente existem diversas nacionalidades para as agulhas, e certamente devem existir também outras peculiaridades..
Não conseguiria abranger tudo aqui..
Caso encontre alguma informação relevante virei aqui e adicionarei.
Mas acredito que a mensagem  sobre gráficos e agulhas foi passada.
E lembrem-se, não importa qual tipo de agulha você usa, se foi uma comprada na lojinha de R$1,99 ou no site lituano, turco seja lá onde for..
O que importa é o que nasce de suas mãos enquanto as maneja!
Espero que tenham gostado do post.
Muito obrigada pela visita de vocês aqui.

3 comentários:

  • IVELISE disse...

    @Mª de Lourdes Burgo de Oliveira a ideia é ótima . porém para fazer isto eu teria de gastar comprando varios fios, ate os que eu nã uso, e ter tempo para fazer testes, redigir textos etc..infelizmente não tenho este tempo disponível..que tal você fazer isso e caso não tenha blog publicar publicamente em seu face ou no seu perfil do G+ funcionaria muito bem eu compartilho caso faça, pois o posts seria ótimo bjus

    [Responder comentário]
  • rosemariemerkle993 disse...

    Adorei a sua postagem, vai ajudar muito aquelas pessoas que tem dificuldades com interpretação de gráficos e principalmente conhecerem as agulhas, a maioria dos fios vem com a indicação de agulha para aquele fio, e cada crocheteira (o) usa aquela que lhe for melhor. Se o ponto for mto apertado usa agulha maior. Se tem ponto mais frouxo agulha menor.

    [Responder comentário]
Comentários
3 Comentários

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para mim,dê sua opinião, crítica, e sugestão.Muito obrigada!